Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Os Meus Nobel

Aqui encontra informação sobre a vida e a obra de grandes escritores, galardoados com o Prémio Nobel de Literatura ou não, minhas recensões de livros, textos de minha autoria e notícias literárias

Os Meus Nobel

Aqui encontra informação sobre a vida e a obra de grandes escritores, galardoados com o Prémio Nobel de Literatura ou não, minhas recensões de livros, textos de minha autoria e notícias literárias

Samuel Beckett - Áudios

Vibarao, 29.06.24

Samuel Beckett_foto.png

Uma conversa de meia hora sobre Samuel Beckett, que foi um dramaturgo, romancista, crítico e poeta irlandês, nascido em 1906 em Dublin e falecido em 1989 em Paris, que foi galardoado com o Prémio Nobel de Literatura de 1969. Beckett foi um autor de expressão inglesa e francesa, tendo muitas das suas obras sido escritas numa língua e traduzidas para a outra por ele próprio.

Oiça aqui o podcast do programa sobre este autor que passou na Rádio Amparo, a webradio da paróquia de Benfica - Lisboa.

George Bernard Shaw - Áudio

Vibarao, 12.12.22

George Bernard Shaw.png

Uma conversa de meia hora sobre a vida e obra de George Bernard Shaw que foi um dramaturgo, crítico literário, ensaísta e romancista irlandês, nascido em 1856, em Dublin, e falecido em 1950, galardoado com o Prémio Nobel da Literatura de 1925, cujo valor monetário ele recusou e pediu que fosse aplicado na tradução de obras suecas para inglês. É autor de peças como "Pigmalião" e "A Profissão da Senhora Warren".

Oiça aqui o programa que passou na Rádio Amparo.

Seamus Heaney

Vibarao, 17.08.22

Seamus Heaney_Foto.png

Seamus Heaney foi um poeta e escritor irlandês nascido em Londonderry em 1939 e falecido em Dublin em 2013, que foi agraciado com o Prémio Nobel de Literatura de 1995.

Principais obras de poesia: "Death of a Naturalist" (1966), "Door into the Dark" (1969), "Wintering Out" (1972), "North" (1975), "Field Work" (1979), "Station Island" (1984), "The Haw Lantern" (1987), "Seeing Things" (1991), "The Spirit Level" (1996), "Electric Light" (Luz Eléctrica, 2001), "District and Circle" (2006) e "Human Chain" (2010). Prosa: "Preoccupations: Selected Prose 1968–1978" (1980) e "The Redress of Poetry" (1995). Peças de teatro: "The Cure at Troy: A version of Sophocles' Philoctetes" (1990) e "The Burial at Thebes: A version of Sophocles' Antigone" (2004). Traduções adaptadas: "Beowulf" (1999) e "Aeneid: Book VI" (2016).

Em Portugal está traduzido "Electric Light" com o título "Luz Eléctrica" e duas antologias poéticas: "Da Terra à Luz" com uma seleção de poemas dos livros publicados entre 1966 e 1987; "Antologia Poética" numa seleção e tradução de Vasco Graça Moura.

Veja o vídeo sobre a sua vida e obra aqui.

Samuel Beckett

Vibarao, 12.08.22

Samuel Beckett_foto.png

Samuel Beckett foi um dramaturgo, romancista, crítico e poeta irlandês, nascido em 1906 em Dublin e falecido em 1989 em Paris, que foi galardoado com o Prémio Nobel de Literatura de 1969.

Beckett foi um autor de expressão inglesa e francesa, tendo muitas das suas obras sido escritas numa língua e traduzidas para a outra por ele próprio, pelo que indico os títulos nas duas línguas. Principais obras de teatro: "En attendant Godot" / "Waiting for Godot" (À Espera de Godot, 1948), "Fin de partie" / "Endgame" (Fim de Festa, Fim de partida ou Jogo do Fim, 1957), "Krapp's Last Tape" / "La Dernière Bande" (A Última Gravação de Krapp ou A Última Bobina, 1958), "Happy Days" / "Oh les beax jours" (Dias Felizes ou Ah, Os Dias Felizes, 1960), "Not I" / "Pas Moi" (Eu Não ou Não Eu, 1972), "Rockaby" / "Berceuse" (Cadeira de Embalar, 1981). Principais romances e novelas: "Murphy" (Murphy, 1938), "Watt" (Watt, 1953), "Molloy" (Molloy, 1951), "Malone Meurt" / "Malone Dies" (Malone Está a Morrer, 1951), "L'innommable" / "The Unnameable" (O Inominável, 1953), "Premier Amour" / "Fisrt Love" (Primeiro Amor, 1970), "Company" / "Companhie" (Companhia, 1979), "Ill Seen Ill Said" / "Mal Vu Mal Dit" (Mal Visto Mal Dito, 1982) e "Worstward Ho" (Pioravante Marche, 1983).

Há em Portugal várias obras publicadas em mais do que uma tradução, por vezes com títulos diferentes. Indico os livros que estão na minha estante: "A Última Bobina | Eu Não | Cadeira de Embalar"; "Ah, Os Dias Felizes | Não Eu"; "Dias Felizes"; "Fim de Partida"; "Jogo do Fim"; "Mal Visto Mal Dito"; trilogia constituída pelos seguintes romances "Molloy", "Malone Está a Morrer" e "O Inominável"; "Murphy"; "Pioravante Marche"; "Teatro" (com as peças "À Espera de Godot | Fim de Festa | A Última Gravação"); "Teatro Completo"; "Watt". Há, pelo menos, mais os seguintes livros que não tenho: "Aquela Vez e Outros Textos"; "Novelas e Textos para Nada" e "Últimos Trabalhos de Samuel Beckett".

Veja o vídeo sobre a sua vida e obra aqui.

 

George Bernard Shaw

Vibarao, 08.04.22

George Bernard Shaw.png

George Bernard Shaw foi um dramaturgo, crítico literário, ensaísta e romancista irlandês, nascido em 1856, em Dublin, e falecido em 1950, galardoado com o Prémio Nobel da Literatura de 1925, cujo valor ele recusou e pediu que fosse aplicado na tradução de obras suecas para inglês. Peças de teatro mais conhecidas: "Widower's Houses" (1892), "Mrs. Warren's Profession" (1893), "The Devil's Disciple" (1897), "Caesar and Cleopatra" (1901), "Man and Superman" (1905), "Major Barbara" (1905), "Pygmalion" (1913), "Heartbreak House" (1920), "Back to Methuselah" (1922) e "Saint Joan" (1923).

Em Portugal, estão publicadas as seguintes obras: "Um Socialista Associal" (An unsocial socialist, 1883), "A Profissão da Sra. Warren" (Mrs. Warren's Profession, 1893), ( "Pigmalião" (Pygmalion, 1913), "As Aventuras de Uma Negrinha à Procura de Deus" (The Adventures of the Black Girl in Her Search for God, 1932) e o ensaio "O Vagneriano Perfeito" (The Perfect Wagnerite, 1898).

Veja o vídeo sobre a sua vida e obra aqui.

Aviso

© Todas as publicações são propriedade do autor. Proibida a sua reprodução total ou parcial não autorizada.